PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
POSTO NONOAI
Porto Alegre - URI é homenageada na AL
O evento que ocorreu no Plenário da Assembléia prestou uma homenagem aos 25 anos da URI

Em uma solenidade simples, mas de caráter de orgulho e emotivo por iniciativa do deputado estadual, Gilmar Sossella (PDT), a Assembléia Legislativa do Estado prestou uma homenagem aos 25 anos da URI na quinta-feira, 22. O evento ocorreu no Plenário da Assembléia durante o Grande Expediente.

De acordo com o deputado a URI é “uma instituição que se dedica a formar cidadãos éticos e competentes, inseridos na comunidade regional, e capazes de construir o conhecimento e promover a cultura, a fim de desenvolver a consciência coletiva na busca contínua da valorização e solidariedade humanas”.

O deputado lembrou quando prefeito de Tapejara e presidente da Associação de Municípios do Nordeste Riograndense (Amunor), que comandou missão à Itália com a participação da Universidade, em busca de desenvolvimento e investimento à região. Conforme Sossella, a dedicação da URI vai além do conhecimento universal inerente à instituição universitária, caracterizando-se pela capacidade de conhecer, refletir e transformar a realidade regional. “E transformar por meio da educação é algo que nós, trabalhistas, buscamos diariamente, inspirados nos ensinamentos do nosso sempre saudoso líder Leonel de Moura Brizola”, referiu o orador.



Instrumento de liberdade


Depois de dedicar parte de sua manifestação aos feitos do governador trabalhista Leonel Brizola, Sossella  observou que a URI possui câmpus em Erechim, Santo Ângelo, Frederico Westphalen, São Luiz Gonzaga, Cerro Largo e Santiago.

Segundo ele, diferente das universidades públicas, mantidas pelo governo, e das privadas, que visam ao lucro, a URI é uma universidade comunitária, marcada pelo forte vínculo com as comunidades onde está inserida. “Sem fins lucrativos, com gestão democrática e participativa, as universidades comunitárias são autênticas instituições públicas não estatais, elas não possuem dono”, afirmou. Trata-se de uma instituição de caráter filantrópico, mantida com mensalidades e recursos de projetos de pesquisa e extensão, segundo ele.



História e Estrutura


Fundada em 19 de maio de 1992, a URI conta atualmente com um complexo de seis unidades, oito departamentos, 34 cursos de graduação, com 86 opções de oferta de ingresso, 47 cursos de pós-graduação lato sensu, sete mestrados e dois doutorados, 92 grupos de pesquisa, 342 bolsas de iniciação cientifica implementadas na graduação e 54 no ensino médio. São mais de 1,2 mil professores, 912 funcionários, mais de 15 mil alunos na graduação e pós-graduação, mais de 2,2 mil alunos nas seis Escolas de Educação Básica, mais de 90 mil pessoas atendidas por seus programas de extensão, um acervo bibliográfico superior a 215 mil títulos e 424 laboratórios. Está presente em 120 municípios gaúchos das regiões Norte e Nordeste do Estado, mantendo convênios e intercâmbios com instituições nacionais e internacionais.







O parlamentar destacou que a URI é uma das quatro universidades do Rio Grande do Sul que foram escolhidas pelo Ministério da Educação para abrigar um curso de Medicina. A URI está pronta para receber o curso em Erechim, com toda a estrutura o que o MEC exige. “Esta conquista reforça a referência que a URI possui na área da saúde” destacou. Disse que a Instituição está comprometida com políticas públicas que possibilitem a melhoria da qualidade de vida da população nas comunidades onde está inserida. Ele finalizou seu discurso desejando ‘Vida longa à URI”.



Apartes de deputados


Em apartes, associaram-se à homenagem os deputados Catarina Paladini (PSB), Silvana Covatti (PP), Altemir Tortelli (PT), Ciro Simoni (PDT), Missionário Volnei (PR) e Aloísio Classmann (PTB).

O deputado Catarina Paladini disse que “falar das comunitárias é falar da importância que vem do interior. Da pesquisa, extensão e função social. Do comprometimento com o município”.

A deputada Silvana Covatti observou que possui em seu gabinete e na própria Assembleia alunos egressos da URI. “Tenho um singular afeto pela URI. A Universidade é criadora do conhecimento, impulsionando a economia regional. Vejo de perto o resutado que a esta universidade dá”.

O deputado Altemir Tortelli lembrou ser do tempo da Fapes. “Hoje a URI é uma universidade plena. Chega onde o estado não chegou. É uma universidade completa e de excelência. Não é uma casa de certificados”, observou. Temos uma marca que é a URI, disse referindo-se às regiões onde ela se encontra. “Parabéns aos que pensaram e administram a Universidade hoje”.

O deputado Ciro Simoni cumprimentou seu colega de bancada, Gilmar Sossella pela iniciativa. “Temos um compromisso com a educação”. Destacou que a URI proporciona o crescimento individual e coletivo. “A Universidade espelha o espírito do gaúcho. As coisas brotam da comunidade. Que os 25 anos se multipliquem por muitos outros tantos”.

O deputado Missionário Volnei também cumprimentou o deputado Sossella pela iniciativa. Não é apenas uma questão de “me unir pelos 25 anos, mas porque estamos tratando de educação superior e de qualidade”, salientou.

O deputado Aloísio Classmann lembrou de seu conterrâneo frederiquense, Ivo Blat, na URI. Voltou no tempo recordando que por orientação de seus pais devia dedicar-se aos estudos. “Não somos um país de Primeiro Mundo porque não damos o valor que a educação merece”. Disse que a URI é um exemplo de resgate em todas instâncias, principalmente do econômico. “O que era Frederico Westphalen antes da URI e o que é hoje?”, questionou. Finalizou dizendo que a URI é a “nossa marca regional”.



Autoridades na Mesa


A sessão em homenagem aos 25 anos da URI foi aberta pelo presidente Adão Pretto. Mais tarde passou os trabalhos à vice-presidente Liziane Bayer. Compuseram ainda a mesa dos trabalhos da sessão, o reitor da URI, Luiz Mario Silveira Spinelli, os pró-reitores Giovani Palma Bastos e Nestor Henrique De Cesaro, o  prefeito de Frederico Westpaheln, José Alberto Panosso, e representando aa Câmara de Vereadores de Erechim, Gilson Serafini.

A URI contou a presença dos Diretores Gerais da URI São Luiz Gonzaga, Dinara Bortoli Tomasi e de Santiago, Francisco Assis Górski, do Diretor Acadêmico da URI Santo Ângelo, Marcelo Paulo Stracke, da Diretora Acadêmica da URI Frederico Westphalen, Elisabete Cerutti, e do Diretor Administrativo da URI Erechim, Paulo Roberto Giollo. A URI levou ainda professores e funcionários da Reitoria e dos câmpus, o Presidente do DCE de Erechim, Rafael Mello, e Marcelo Posser, representando os alunos da URI Santo Ângelo.

Antecedendo ao início da sessão no Plenário, a comitiva da URI foi recepcionada no gabinete do deputado Gilmar Sossella. Depois foi recebida no gabinete do presidente da AL - Adão Pretto. O reitor da URI ainda concedeu entrevistas à TV da Assembléia Legislativa, a uma emissora de rádio. À saída todos reuniram-se para um vídeo no hall de entrada do prédio da Assembeia Legislativa, tendo a frente o deputado Gilmar Sossella e o Reitor Luiz Mario Silveira Spinelli.


Por: Marinella Peruzzo/AL com apoio de José Adelar Ody/URI











URI/Infocos rs