PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
ALRS
África - Passo Fundense está preso há 5 meses em Cabo Verde
Motivo: Ele foi flagrado em um barco com mais de 1 tonelada de Cocaína. Embarcação teria saído do Brasil
Jovem de Passo Fundo/RS, está preso há 5 meses em país africano após ser flagrado em barco com mais de 1 tonelada de Cocaína. 
Daniel em foto no barco em Cabo Verde - Créditos: Facebook





O jovem passo-fundense Daniel Guerra está preso no País de Cabo Verde, um arquipélago próximo da costa do continente da África, após ter sido flagrado pela polícia daquele país, tripulando um barco veleiro com 1 tonelada e 157 quilos de cocaína, acondicionada no fundo do casco do barco. A droga  pode ser avaliada em mais de R$21 milhões de Reais.

Daniel, que era morador de Passo Fundo, nos últimos anos morou em Santa Catarina, sendo conhecido pelo seu espírito aventureiro, tendo feito várias viagens pelo Brasil, de bicicleta e também pela América Latina.

Foi justamente este espírito que o levou para uma viagem de veleiro pelo Oceano, em agosto, com outras três pessoas: dois irmãos brasileiros, Rodrigo Dantas e Daniel Dantas e o capitão do barco, o francês Christian Oliver.

Hoje somente o capitão Christian Oliver e o passo-fundense Daniel Guerra estão presos, pois foram os únicos que estavam no barco no momento da abordagem, os outros dois estavam em terra e pelas leis daquele país responderão em liberdade.

Quando presos os dois informaram que foram contratados no Brasil, na cidade de Natal, para levar o barco daquela cidade até a Ilha da Madeira, em Portugal, mas a embarcação sofreu uma avaria, registrada pelo próprio Daniel Guerra em seu facebook, o que obrigou o grupo e contornar e ir até Cabo Verde para o conserto. Ele relatou em sua página diversos problemas no percurso, como furacões, queima de geradores, entrada de água e falha no sistema de comunicação.

Lá o barco foi fiscalizado pela polícia que combatia um grande esquema de tráfico de drogas, denominada Operação Zorro. A droga, pesando mais de uma tonelada, estava cimentada no fundo do barco e os ocupantes informaram não ter conhecimento da sua existência, o que defendem até hoje, 5 meses depois.

Cabo Verde é um arquipélago colonizado por portugueses e a língua oficial do país é o português. A família de Daniel Guerra, que é de Passo Fundo, já viajou diversas vezes até aquele país para dar assistência jurídica ao rapaz, mas ele segue preso. Há um grande movimento de amigos de Daniel que organiza um abaixo-assinado digital, já com grande adesão, pedindo a soltura do rapaz, o qual alegam ter sido preso injustamente e que de fato não sabia da droga no barco.











Fonte: Rádio Uirapuru