PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
ALRS
Operação investiga irregularidades em benefícios sociais de obra da Copa
Uma pessoa teria sido beneficiada com nove bônus moradia no total de R$ 706,5 mil, sem, no entanto, ter recebido o valor

Operação cumpre sete mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Gravataí e Capão da Canoa | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP




Uma operação da Polícia Civil investiga, nesta quarta-feira, supostos crimes envolvendo a concessão de Bônus Moradia e Aluguel Social a moradores da Vila Tronco, na zona Sul de Porto Alegre, incluídos no plano de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Segundo a investigação, o benefício foi concedido pelo Departamento Municipal de Habitação (Demhab) a pessoas que não cumpriam os requisitos necessários.

A ação, da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária, cumpre sete mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Gravataí, na região Metropolitana, e Capão da Canoa, no Litoral Norte. A operação conta com a participação de 40 policiais civis em 12 viaturas policiais.

Com as ordens judiciais, a Polícia Civil busca verificar a procedência de denúncias que apontam que uma única pessoa teria sido contemplada com nove bônus moradia, totalizando R$ 706.500. A beneficiada, no entanto, não recebeu este valor. A operação ocorre antes da liberação de novos recursos para a conclusão das obras da Copa, que culminaram com a concessão dos referidos benefícios.

A investigação iniciou em março deste ano, após denúncias de inúmeras irregularidades que foram apontadas durante a operação Casa Nostra. Os depoimentos colhidos, na ocasião, apontaram irregularidades no Demhab no setor de crédito imobiliário.












Correio do Povo