PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
ALRS
Chama Crioula é extinta no Acampamento Farroupilha
Encerramento dos festejos ocorreu após 312 horas de vigília em Porto Alegre

Chama Crioula é extinta no Acampamento Farroupilha | Foto: Fabiano do Amaral




A Chama Crioula foi extinta na noite desta quinta-feira em cerimônia no Parque da Harmonia. Com 31 apresentações musicais e artísticas, a Semana Farroupilha desta edição marcou os 71 anos da Chama Crioula. O encerramento dos festejos farroupilhas ocorre após 312 horas de vigília na Capital.

O presidente do MTG, Nairo Callegaro, o coordenador da 1° Região Tradicionalista, Luiz Henrique Lamaison, e Rodi Pedro Borghetti participaram do ato de extinção. Durante a solenidade, Callegaro destacou a presença de milhares de pessoas no Acampamento Farroupilha e fez referências a “erros e acertos” desta edição do evento. “As falhas servem de aprendizado”, ressaltou o tradicionalista.

Além de prestar um minuto de silêncio em homenagem ao folclorista Paixão Côrtes, que faleceu em 27 de agosto deste ano, Callegaro lembrou que o pesquisador apontou a necessidade de uma releitura do tradicionalismo para sair da obscuridade e “devolver à sociedade o que dela foi retirado”. Callegaro destacou, ainda, que a Chama Crioula foi o simbolismo e a paixão de um momento “de reflexão e revolução cultural feita há 71 anos por aqueles jovens”.









Correio do Povo