PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
POSTO NONOAI
Taxa de mortes por suicídio no RS é duas vezes maior que a nacional
Tema foi pauta da II Jornada de Psicologia, que começou nesta segunda-feira (14) na Univates, em Lajeado
Resultado de imagem para suicídios



A cada 100 mil habitantes, 10,14 morreram por suicídio no Rio Grande do Sul em 2015. O número é quase duas vezes maior que a média nacional, que é de 5,4.

Cerca de mil pessoas cometem suicídio, em média, a cada ano, em território gaúcho. Esses e outros dados foram apresentados, ontem, no auditório do Prédio 7 da da Univates, durante a II Jornada de Psicologia, em Lajeado.

A programação se iniciou às 9h, tendo como tema a contextualização dos cenários frente ao suicídio na região e no Rio Grande do Sul. A coordenadora de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas da Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul, Nathalia Fattah, apresentou dados sobre o suicídio. Segundo ela, cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por suicídio, o que representa uma morte a cada 40 segundos no mundo.

Além disso, Nathalia lembrou também que essa é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Ela salienta, contudo, que o maior número de casos ocorre entre as pessoas com mais de 70 anos, chegando a 22,81 suicídios a cada 100 mil habitantes no RS.

Com base em dados computados pelo Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), Nathalia trouxe os números do cenário regional, alertando para os casos registrados no Vale do Taquari em 2015. O destaque fica com os municípios de Lajeado e Arroio do Meio, que registraram nove casos cada um.

A II Jornada de Psicologia busca contextualizar os cenários frente ao suicídio na região do Vale do Taquari e no Rio Grande do Sul, além de discutir e problematizar situações de risco e práticas de cuidado. O evento, que segue até esta terça-feira, é gratuito e voltado a estudantes e profissionais da área.




Fonte: Rádio Guaíba