PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
FENAE
Ministro da Defesa descarta necessidade de Exército para julgamento do Lula
Prefeito de Porto Alegre fez pedido ao presidente Temer para Forças Armadas na Capital
Ministro da Defesa Raul Jungmann  | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados






O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta quinta-feira que não vê necessidade do uso das Forças Armadas do Exercito no dia do julgamento do ex-presidente Lula no TRF4 em Porto Alegre, em 24 de janeiro. O assunto veio à tona após o prefeito Nelson Marchezan Jr. enviar ao presidente Michel Temer um pedido de convocação da Força Nacional e do Exército para atuarem na cidade no dia do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


• "Não queremos um ambiente de guerra", diz Schirmer sobre auxílio da Força Nacional

“Não vejo necessidade do emprego de Forças Armadas. A secretaria de segurança e Brigada Militar aí do Rio Grande do Sul têm condições amplas de cuidar dessa questão da melhor maneira possível. Não vejo nenhuma necessidade do emprego das Forças Armadas”, disse Jungmann à Rádio Guaíba.

Raul Jungmann lembrou ainda que não é prerrogativa de prefeitos fazer um pedido ao presidente da República para o uso das Forças Armadas. “Não há a mais remota possibilidade de um prefeito solicitar ao presidente o emprego das Forças Armadas. Isso está na Constituição”, destacou.




Correio do povo