PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
AL/RS
Ministro da Defesa descarta necessidade de Exército para julgamento do Lula
Prefeito de Porto Alegre fez pedido ao presidente Temer para Forças Armadas na Capital
Ministro da Defesa Raul Jungmann  | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados






O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta quinta-feira que não vê necessidade do uso das Forças Armadas do Exercito no dia do julgamento do ex-presidente Lula no TRF4 em Porto Alegre, em 24 de janeiro. O assunto veio à tona após o prefeito Nelson Marchezan Jr. enviar ao presidente Michel Temer um pedido de convocação da Força Nacional e do Exército para atuarem na cidade no dia do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


• "Não queremos um ambiente de guerra", diz Schirmer sobre auxílio da Força Nacional

“Não vejo necessidade do emprego de Forças Armadas. A secretaria de segurança e Brigada Militar aí do Rio Grande do Sul têm condições amplas de cuidar dessa questão da melhor maneira possível. Não vejo nenhuma necessidade do emprego das Forças Armadas”, disse Jungmann à Rádio Guaíba.

Raul Jungmann lembrou ainda que não é prerrogativa de prefeitos fazer um pedido ao presidente da República para o uso das Forças Armadas. “Não há a mais remota possibilidade de um prefeito solicitar ao presidente o emprego das Forças Armadas. Isso está na Constituição”, destacou.




Correio do povo