PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
ALRS
Haddad sobe mais, e está em empate técnico com Bolsonaro: 28,2% a 25,2%, Aponta Pesquisa CNT/MDA
Levantamento feito entre os dias 27 e 28.Setembro. Margem de erro é de 2,2 pontos

Candidatos do PSL e do PT aparecem empatados na margem de erro a uma semana da votação. Fonte: Poder360





Pesquisa CNT/MDA mostra os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) empatados pela 1ª vez na margem de erro, de 2,2 pontos percentuais. O militar e o petista têm 28,2% e 25,2% das intenções de voto, respectivamente.

O levantamento foi realizado nos dias 27 e 28 de setembro com 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades da Federação. Está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-03303/2018. O nível de confiança é de 95%.

Em 3º lugar também estão empatados tecnicamente o candidato do PDT, Ciro Gomes (9,4%), e o tucano Geraldo Alckmin (7,3%).

Eis os percentuais apurados:





2º TURNO
Também foram pesquisados os cenários para o 2º turno. Jair Bolsonaro só venceria o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin:

Cenário 1
Ciro Gomes: 42,7%
Jair Bolsonaro: 35,3%
Branco/Nulo: 17,8%
Indeciso: 4,2%

Cenário 2
Fernando Haddad: 42,7%
Jair Bolsonaro: 37,3%
Branco/Nulo: 16,1%
Indeciso: 3,9%

Cenário 3
Jair Bolsonaro: 37%
Geraldo Alckmin: 33,6%
Branco/Nulo: 25,1%
Indeciso: 4,3%

Cenário 4
Ciro Gomes: 34%
Fernando Haddad: 33,9%
Branco/Nulo: 26,9%
Indeciso: 5,2%

Cenário 5
Ciro Gomes: 41,5%
Geraldo Alckmin: 23,8%
Branco/Nulo: 29,1%
Indeciso: 5,6%

Cenário 6:
Fernando Haddad: 39,8%
Geraldo Alckmin: 28,5%
Branco/Nulo: 26,4%
Indeciso: 5,3%


POTENCIAL DE VOTO

Os entrevistados também foram perguntados sobre em quem votariam com certeza ou quem rejeitam por completo.

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, aparece com a maior rejeição e o maior potencial de voto. 55,7% do eleitorado afirmam não votar no militar de jeito nenhum. E 23,7% dizem que votariam e reconhecem que ele seria a única opção.

No 2º lugar de rejeição, vem Geraldo Alckmin. 52,8% afirmam que não votariam no tucano de jeito nenhum. Apenas 5% dizem que ele seria a única opção para o cargo.

Fernando Haddad aparece com uma rejeição de 48,3%. Outros 19,3% dizem que votariam nele com certeza.


Metodologia: pesquisa CNT/MDA realizada em 27 e 28 de setembro com 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-03303/2018


Poder 360